O que fazer para tornar os fornecedores parceiros de negócios?

Tornar os fornecedores parceiros de negócios é essencial para que você garanta boas vendas e o bom funcionamento da sua empresa. Porém, esta tarefa costuma não ser muito simples e nem muito rápida.

Para garantir isso, é necessário investir um tempo considerável, pois uma parceria envolve uma série de fatores técnicos e emocionais que precisam ser administrados da melhor forma possível. Confira, neste post, como você pode desenvolver e manter um bom relacionamento com seus fornecedores!

fornecedores

 

Escolha os melhores parceiros

Antes de criar uma parceria com seus fornecedores, é preciso selecionar os mais aptos para sua empresa. Essa é uma atividade essencial para o seu negócio, pois reflete diretamente no tamanho da fatia de mercado que você pode atingir.

Por esse motivo, ao realizar a seleção de fornecedores, é necessário levar em conta uma série de aspectos, a fim de evitar que a escolha final não seja decepcionante e acabe prejudicando o andamento dos seus negócios. Entre as ações que precisam ser realizadas por você, podemos apontar as principais:

  • Fazer uma análise de mercado: antes de tudo, é fundamental que você conheça as principais empresas do segmento;
  • Conhecer o que o fornecedor pode oferecer à sua empresa: devem ser pesquisados detalhes e informações da marca fornecedora antes de estabelecer uma parceria;
  • Definir as formas de pagamento: antes de firmar qualquer negociação, é importante negociar e conferir as melhores formas de pagamento;
  • Procurar a opinião de outros clientes: procure saber o que eles têm a dizer sobre o fornecedor em questão e se existem reclamações, como o não cumprimento de acordos ou processos jurídicos;
  • Conhecer a qualidade dos serviços: não deixe de comprovar a qualidade dos serviços prestados.

 

Alinhe os processos

Após realizar o processo de seleção, mencionado acima, e ter escolhido seus fornecedores, o passo seguinte é alinhar os processos de ambas as partes. Para fazer isso, você precisa expor minuciosamente cada detalhe para as marcas fornecedoras, desde como são realizados os processos internos até a destinação final das mercadorias.

Deixe claro o quanto essas tarefas são fundamentais para o bom funcionamento da sua empresa. Para reforçar, procure mostrar aos fornecedores os prejuízos que podem ocorrer, caso eles não cumpram os serviços que foram firmados ou deixem de fornecer os itens solicitados, mostrando todos os problemas que isso pode acarretar aos negócios.

Se você deseja que seu fornecedor conheça seus processos, conheça os dele também. Saiba como é sua estrutura, suas capacidades e limitações. Faça uma visita para conhecer suas instalações e estreitar a parceria.

Somente a reciprocidade de processos pode garantir o fornecimento adequado e pontual de produtos e serviços conforme às necessidades da sua empresa. Não se esqueça da possibilidade de informatizar e otimizar as atividades desempenhadas a fim de melhorar os seus processos.

 

Observe o comprometimento do fornecedor

Seu empreendimento pode crescer em grande escala e pegar tanto você, quanto seu fornecedor de surpresa.

Muitas demandas podem chegar a área de TI, de uma única vez, de forma não estruturada nem planejada, exigindo um tempo precioso e causando uma desorganização dos processos. É nessa hora que o seu provedor de suprimentos deve mostrar disposição e comprometimento em auxiliá-lo nessa transição.

Portanto, mostre todas as dificuldades vivenciadas no seu negócio, para que ele possa te entender com clareza e se alinhar às mudanças o mais rápido possível.

 

Avalie seus fornecedores, enquanto parceiros de negócios, periodicamente

Após um determinado período – mensal, semestral ou anual – avalie se os seus fornecedores estão cumprindo efetivamente o que foi prometido.

Com o auxílio de um questionário, preenchido conforme os assuntos e ações consideradas mais relevantes pelo seu negócio, você conseguirá saber com clareza o andamento dos processos. Geralmente, os fatores que costumam ser avaliados são:

  • Permanência da qualidade na prestação do serviço;
  • Agilidade nas entregas;
  • Disponibilidade dos produtos;
  • Tolerância para alterações em pedidos em termos de especificação, quantidade ou prazo de entrega;
  • Possibilidade de mudança de preços, de acordo com o mercado;
  • Cumprimento das normas de segurança, saúde e meio ambiente;
  • Sigilo de informações;
  • Tecnologias adequadas e eficientes.

Com base nas informações citadas acima, estipule o grau de importância de cada uma em suas avaliações. Após este estudo, crie um questionário para qualificar cada fornecedor e, assim, descobrir quais deles são os mais aptos para atender as necessidades de sua empresa.

Se alguns fornecedores não atingirem bons resultados, reúnam-se para discutir como sanar os problemas identificados, pois, às vezes, os detalhes percebidos durante a avaliação podem ter passado despercebido por eles.

 

Planeje as exceções

Em uma parceria de longo prazo, casos atípicos podem surgir. No entanto, como o próprio nome sugere, eles não podem ocorrer com frequência, já que comprometem tanto o funcionamento de sua empresa, quanto o processo de fornecimento do produto, matéria-prima ou serviços.

Diante disso, planeje e deixe claro com o fornecedor como esses casos deverão ser conduzidos, evitando maiores dificuldades e prejuízos. Podendo, inclusive, gerar uma redução na quantidade de emergências ao longo do tempo.

 

Compartilhe as necessidades e expectativas

Por fim, para garantir que seus fornecedores sejam legítimos parceiros de negócios, compartilhe com as instituições contratadas o que você pensa e espera dos serviços prestados.

Nunca esqueça de apresentar quais são as necessidades do seu negócio que precisam ser supridas e o que é esperado das atividades prestadas pelos seus fornecedores. Isso garantirá que seus fornecedores possam dar o melhor suporte possível a você. Aproveite para compartilhar com outras empresas, os esforços deles em atender suas demandas.

Tratá-los dessa forma ajuda bastante na continuidade de um bom relacionamento, garantindo que eles saibam exatamente o que a empresa contratante deseja e o que podem fazer para oferecer os melhores serviços.

Se isso for feito com comprometimento de ambas as partes, praticamente tudo pode vir a ser melhorado constantemente, resultando na perfeição eficiência dos processos do negócio e na satisfação total do cliente final.

Como você pode contemplar ao longo deste artigo, tornar os fornecedores parceiros de negócio é uma tarefa constante, mas essencial para o sucesso de sua empresa. Por isso, zele por esse tipo de relacionamento para conseguir manter um lugar de destaque no mercado competitivo.

E você, gostou deste post que preparamos? Para não perder nossos conteúdos, siga-nos no Facebook, Twitter, Linkedin, Google + e/ou no YouTube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *