HUAWEI LANÇA MAIS UM CDC JUNTO AO MCTI E RNP

Objetivo é oferecer serviços de armazenamento, processamento e distribuição de conteúdo digital.

Foi inaugurado no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), em Recife, mais um datacenter dos Centros de Dados Compartilhados (CDC), uma iniciativa dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC), coordenada pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), em parceria com instituições de ensino e pesquisa nas regiões Norte e Nordeste. A inauguração do CDC tem apoio e incentivo da Huawei, que foi responsável pela doação e instalação dos equipamentos.

A cerimônia foi realizada no Auditório do IFPE, com a presença do Ministro de Ciência, Tecnologia e Inovação, Clélio Campolina Diniz, do Secretário de Política de Informática do MCTI, Virgílio Almeida; do diretor-geral da RNP, Nelson Simões, da reitora do IFPE, Profª e Drª, Cláudia Silva Sansil, além do CEO da Huawei do Brasil, Jason Zhao, e representantes de instituições de ensino e de pesquisa.

A crescente utilização no mercado e as vantagens apresentadas pelas tecnologias de nuvem levaram o MCTI e o MEC a adotá-las na infraestrutura de TIC para o suporte ao ensino e pesquisa no Brasil.

Um dos elementos essenciais para oferta de serviços de computação em nuvem no Brasil é a implantação e operação de “datacenters”. Com esse objetivo, nasceu uma parceria com a Huawei, empresa de TIC que tem atuado globalmente para promover uma inovação constante no setor de datacenters por mais de uma década. Todos os equipamentos doados pela empresa serão operados pela RNP.

O objetivo é oferecer serviços de armazenamento, processamento e distribuição de conteúdo digital, incluindo software, dados, imagens e vídeos para instituições de ensino e pesquisa no Brasil. Além de Recife, também foi implantado um datacenter do CDC no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) em Manaus (AM).

“Estamos implantando o serviço de nuvem computacional. Ao longo do tempo novos centros de dados, localizados em qualquer parte do país, vão permitir um maior compartilhamento de informações entre a comunidade de pesquisadores e professores e alunos em todo o país e vão garantir a replicação de acervos de dados fundamentais mantidos em diversos laboratórios em todo o país através da infraestrutura compartilhada e redundante que a nuvem oferece”, explica o Diretor de Serviços e Soluções da RNP, José Luiz Ribeiro Filho.

Escrito por Redação

Matéria publicada no IP News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *