Benefícios do e-commerce: por que ter um é uma boa opção de negócio?

Atualmente, o comércio eletrônico já é uma realidade palpável. Essa experiência de compra e venda atinge uma grande fatia da população. Algumas pessoas, inclusive, fazem todas as compras pela web, pois acreditam ser a forma mais simples e prática para adquirir produtos.

Antes de chegar aos benefícios do e-commerce, vale ressaltar que essa modalidade de varejo está em constante evolução e crescimento, enquanto as opções tradicionais/offline (contato telefônico e físico) estão em declínio. Para elevar seu faturamento confira, neste post, o que uma loja virtual pode oferecer para sua empresa e clientes. Boa leitura!

Mais comodidade

Quem diria que seria tão simples comprar e receber uma mercadoria em casa 20 anos atrás? Mas é isso mesmo! Ao investir em e-commerce — mesmo que você já tenha uma loja física — é possível oferecer muito mais conforto e comodidade aos clientes. Afinal, muitos já preferem comprar pela internet, já que, por meio dela, é possível pesquisar sobre os produtos e comparar preços.

Representa também uma grande praticidade para quem mora longe da sua loja física, graças à possibilidade de adquirir mercadorias de qualidade e recebê-las em casa — sendo um diferencial que pode ser usado por você para aumentar sua clientela.

Facilidade na criação de promoções e preços

Uma das grandes vantagens de uma loja virtual é a facilidade de criar promoções e propagá-las pela rede em questão de poucas horas. Sua empresa não precisa imprimir materiais para informar os consumidores e ainda pode mudar o status de disponibilidade do produto instantaneamente.

Ferramentas que definem preços ajudam a intensificar sua oferta de valor, enquanto sistemas de análise de dados ajudam no controle da performance de cada oferta, permitindo que você gerencie cada promoção com eficiência.

E por falar em promoção, segundo o Relatório Webshoppers deste ano, os produtos que tiveram um maior volume de pedidos foram:

  • eletrodomésticos;
  • moda e acessórios;
  • cosméticos;
  • livros;
  • saúde;
  • telefonia e celulares.

Sem contar que o mercado de aluguel de automóveis e equipamentos diversos (como máquinas de construção civil), via lojas virtuais, também está ganhando terreno.

Se você busca rentabilidade, comercialize a seguinte sequência de produtos: eletrodomésticos, telefonia e celulares, informática, eletrônicos e decoração. Ao oferecer mercadorias de qualidade com promoções atrativas, as vendas subirão consideravelmente.

Possibilidade de acompanhar o desempenho

Todo negócio pela internet pode ser controlado e analisado por meio de sistemas de análise de dados, que podem mostrar a você uma visão geral do seu desempenho como varejista virtual. Faturamento mensal, tráfego no site, taxa de retorno (recompra), volume de transações e ticket médio: esses são apenas alguns dos dados que você terá acesso prontamente ao utilizar uma boa plataforma de e-commerce.

Esse tipo de acompanhamento é fundamental para que você reajuste suas ações de marketing e vendas, focando em atingir com mais precisão seus clientes.

Possibilidade de monitorar os consumidores

Além das informações do seu negócio, também é possível conhecer o perfil do seu consumidor. Por meio do comportamento das pessoas que acessam seu site, você descobrirá, por exemplo, quais itens são mais buscados, quais botões são mais clicados, qual é o horário de pico, os períodos do ano em que as vendas aumentam e vários outros dados que podem ajudar na otimização das campanhas de divulgação e de fidelização.

Loja aberta 24 horas por dia

Outro fator relevante para o aumento das vendas é o fato de que na web sua loja fica ativa 24 horas por dia. Imagine conferir o sistema de seu comércio eletrônico logo cedo e já se deparar com alguns pedidos realizados durante a madrugada! Isso é mais comum do que se possa imaginar, e uma excelente oportunidade para quem deseja vender mais, não tendo que investir muito dinheiro.

Em relação ao atendimento, também é possível automatizá-lo. Por exemplo, você pode elaborar um questionário com perguntas e respostas mais frequentes em um local acessível de sua loja virtual, para que o consumidor obtenha informações sem que seja preciso contatar um funcionário. Esse tipo de otimização pode beneficiar seus negócios consideravelmente!

Escalabilidade de clientes

Uma loja física acomoda um determinado volume de clientes por vez, o que prejudica suas vendas em uma data importante, como a Black Friday, por exemplo. Em contrapartida, ao abrir um e-commerce, você escala uma quantidade maior de clientes progressivamente, sem se preocupar se eles caberão no seu estabelecimento ou não.

É bem verdade que, conforme o passar do tempo, perdemos alguns consumidores. Mas, na loja virtual, fica bem mais simples de reconquistar clientes, uma vez que você não estará imobilizado devido aos limites geográficos.

Maior competitividade

As pessoas estão hiperconectadas e recorrem à internet para praticamente tudo atualmente. Assim, se você não está on-line, involuntariamente está perdendo uma grande fatia de clientes, que poderia aumentar seu faturamento rapidamente.

Portanto, para aumentar sua competitividade e intensificar as vendas, não deixe de abrir um e-commerce! Mas não pare por aí: sua loja virtual precisa ser responsiva, ou seja, deve operar perfeitamente em dispositivos móveis, já que a quantidade de compras efetuadas por meio de smartphones está cada dia maior.

E-commerce = Extensão de suas redes sociais

Suponhamos que um prospect (cliente em potencial) deseja informações sobre uma mercadoria e enviou uma mensagem para sua página no Facebook. Prestar um atendimento, respondendo suas dúvidas nem sempre será o suficiente para que ele visite sua loja física. Mas se você tiver um e-commerce, pode encaminhá-lo imediatamente para a realização do pedido, enviando o link do produto desejado.

Hoje, as mídias sociais são uma ampliação das lojas virtuais e atuam muito bem como um canal de vendas, porém só funcionam de forma efetiva se tiver um processo organizado e preparado para atender os consumidores.

Redução do custo operacional e aumento da margem de lucro

Por fim, mais alguns benefícios do e-commerce são: a redução do custo operacional e o aumento da margem de lucro. Com isso, não há necessidade de contratar vendedores, o que agiliza e facilita bastante para se obter uma margem de lucro maior, visto que não existe o comissionamento e também dá a oportunidade de operar com linhas de descontos nos preços bem mais atraentes aos clientes.

Viu só como investir em e-commerce é uma boa opção de negócio? Aproveite o gancho desta leitura e confira nosso guia definitivo para progredir em tempos de crise. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *